Workshops

Na Conferência serão realizados três Workshops na área da inclusão e acessibilidade. Estes terão a duração de três horas e um máximo de 15 participantes.

A inscrição nos workshops será realizada presencialmente no secretariado do evento.

Desenvolvimento de recursos táteis-sonoros

TATEAR – Criação de imagens táteis expressivas

Zarabatana um desporto 100% inclusivo

Desenvolvimento de recursos táteis-sonoros

Foto tipo passe de Eduardo Cardoso

Formador: Eduardo Cardoso – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil)

Apresentação de recursos táteis e sonoros desenvolvidos para o Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo segundo uma abordagem integrada com foco no design para experiência multissensorial por pessoas com deficiência visual. Posteriormente será realizada discussão sobre as técnicas de fabricação digital empregadas para execução dos recursos táteis e sua integração com os recursos sonoros por meio de diferentes tipos de audiodescrição e efeitos sonoros.

Voltar ao topo da página

TATEAR – Criação de imagens táteis expressivas

Foto tipo passe de Neuza AntunesFoto tipo passe de Nuno Fragata

Formadores: Nuno Fragata e Neuza Antunes – Escola Superior de Artes e Design/Politécnico de Leiria
Abordagem à criação de imagens táteis com diferentes complexidades. O Desenho como estrutura para a criação de imagens táteis. A procura de expressividade. Exercício prático.
Voltar ao topo da página

Zarabatana um desporto 100% inclusivo

Foto tipo passe de Marisa Barroso

Formadores: Marisa Barroso – Escola Superior de Educação e Ciências Sociais/Politécnico de Leiria e Rui Forte
A zarabatana é um tubo comprido pelo qual se impele com o sopro um pequeno dardo para atingir um alvo. É uma atividade lúdica com efeitos positivos a nível psicomotor, da função respiratória, autoestima e socio afetivo dos indivíduos. Pela sua funcionalidade configura-se uma prática de fácil adaptação às diversas tipologias de deficiência. É uma atividade que é aberta a TODOS os cidadãos que permite uma inclusão a 100%.
Nesta oficina vamos apresentar a modalidade e as suas características. Todos podem participar e testar o seu folgo para atingir o alvo.
Vamos dar a conhecer a zarabatana os seus aspetos mais técnicos, os materiais, as regras de segurança, alguns indicadores de progressão pedagógica, aspetos relativos a adaptações em diferentes contextos

Voltar ao topo da página